Palavras Amigas‎ > ‎Estantes‎ > ‎Mandamentos de Jesus‎ > ‎

69 Auxilia o teu irmão purificar-se

Curai enfermos, erguei mortos, purificai leprosos, expulsai daimones, de graça recebestes, de graça dai. Mt 10:8


Contexto: Instruções de Jesus ao enviar seus discípulos para “anunciar o reino de Deus, curar os enfermos, erguer os mortos, purificar os leprosos, ...


Lepra: a hanseníase naquele tempo era o símbolo da impureza


Textos associados

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.  Jesus, Mt 5:8

Amarás o próximo como a ti mesmo. Moisés, Levítico 19:18


Reflexões:

A impureza nasce no coração humano, nos maus sentimentos. As formas mais comuns de impureza são:

  • O interesse égoístico a manifestar-se na ganância, a cobiça, a inveja;

  • O orgulho expresso na arrogância, vaidade, cólera, prepotência;

  • A compulsão pelas coisas materiais (gula, apetite sexual descontrolado, preguiça).


A impureza é contagiosa, os maus sentimentos em nós tendem a produzir maus sentimentos nos outros. Purificar a si mesmo é um primeiro passo para purificar os outros.

Qualquer mudança exige a conscientização. A palavra boa, acompanhando o bom exmplo, é um forte fator de conscientização

Perdoar o impuro é condição essencial para auxiliá-lo a purificar-se.

A prece sincera pelo outro será sempre é um recurso universal para a purificação.

A purificação frequentemente é um processo doloroso, aliviar e consolar contribuem para que o outro se purifique pela resignação, não se precipitando no charco do desespero e da revolta.

Estabelecer limites, quando possível, é um precioso amparo para aquele que se desequilibra facilmente.


Comments